(a minha filha mais velha começou a escrever poesia. poemas sobre a vida, a amizade, o amor. os poemas mais bonitos que alguma vez li. um descanso. )

uma espécie de efeméride

nos últimos anos, por esta altura, tanto aconteceu. a primavera tende (por coincidência, quero crer) a proporcionar-me uma certa veemência... hélas, mata mais borboletas do que as que cria. ontem e hoje, por razões profissionais, voltei às memórias pessoais que continuam a querer estar mais presente do que seria desejável. houve separações, paixões, porrada. e o pior momento da minha vida: sentir-me completamente impotente perante o sofrimento das minhas filhas. não superei o suficiente. ainda.


a uma hora da (in)tolerância


stranger love

em brainstorming para novas capas de histórias contadas.

[série "Stephen King's Stranger Love Songs" de Butcher Billy]






estado do tempo

previsão de chuvas ciclônicas ou frontais.